• Clínica Arana - Oftalmologia, Dermatologia e Parapsicologia em Curitiba

CIRURGIA DA RETINA CURITIBA

A visão é um dos 5 sentidos mais relevantes para o ser humano, segundo pesquisas nossa interação com o ambiente é 85% visual, portanto, ter uma boa visão significa melhor qualidade de vida.

A retina é uma área nobre de nossos olhos, responsável pela formação da visão, e quando é afetada ocasiona na maior parte dos casos, alguma perda visual seja parcial ou total.

O Dr. Luis Augusto Arana é especialista em Retina e atende no Hospital de olhos do Paraná, onde realiza cirurgias da retina, utilizando equipamentos de última geração, com uma equipe treinada e especializada em cirurgias oftalmológicas.

Cirurgias e tratamentos da retina

O olho é preenchido com um liquido conhecido como humor vítreo, essa substância está em contato direto com a retina e é responsável por manter o formato esférico do olho. A vitrectomia consiste na remoção do humor vítreo, para permitir o tratamento cirúrgico da retina, o procedimento pode ser associado com outro, como retinopexia, implante de silicone intra vítreo ou fotocoagulação à laser.

A aplicação de medicamentos diretamente na retina, tem trazido ótimos resultados para doenças que atingem essa região do olho. A injeção intra vítrea é um procedimento cirúrgico, que visa aplicar determinada medicação dentro do olho. O procedimento revolucionou o tratamento de diversas doenças, entre elas a DMRI do tipo úmida, os resultados obtidos vão desde a interrupção da doença, até a melhora da acuidade visual.

O descolamento de retina é uma condição gravíssima, que pode causar perda parcial ou total da visão. A retinopexia introflexão escleral é um dos procedimentos indicados para o tratamento do deslocamento da retina, a cirurgia consiste na fixação, de uma banda ou faixa de silicone externa ao olho na esclera (parte branca do olho), com o objetivo de criar uma ranhura e prender a coróide e a retina. A faixa irá permanecer em volta do olho, não causa dor e também não pode ser vista, a recuperação pode durar meses e dependendo a gravidade do deslocamento a visão pode não retornar mais.

Técnica avançada de cirurgia com uso de suturas de pequeno calibre, proporcionando um procedimento mais rápido, seguro e eficaz.

Os medicamentos conhecidos como anti VEGF revolucionaram o tratamento da DMRI, através da injeção intravítrea este tipo de medicamento ajuda a bloquear o desenvolvimento de neovasos, característicos da DMRI (Degeneração Macular Relacionada a Idade), esses neovasos que se desenvolvem na região conhecida como mácula, ocasionam micro hemorragias resultando em perda da visão central. Os resultados vão desde a interrupção do avanço da DMRI até a melhora da visão, o procedimento auxilia no tratamento da DMRI esxudativa, também conhecida como DMRI úmida.

O laser é amplamente empregado com sucesso na oftalmologia, a fotocoagulação é um procedimento ambulatorial que cauteriza determinadas regiões da retina, para tratar doenças como retinopatia diabética, degenerações periféricas ou rupturas da retina. No caso da retinopatia diabética o procedimento cauteriza as áreas com micro hemorragias, impedindo seu avanço.

A importância da retina

A retina é uma parte importante do olho, pois é através dela que a imagem é transformada em impulsos elétricos que são levados até o cérebro pelo nervo óptico, podemos comparar a retina aos antigos filmes de máquinas fotográficas, a retina tem uma função similar, é nela que a imagem é refletida e depois enviado para o cérebro interpretar.

Sua localização está no fundo do olho, na parte detrás, possui milhões de células fotorreceptoras responsáveis pela captação da imagem, uma região em especial da retina tem maior densidade de células fotorreceptoras, essa região é conhecida como mácula e é responsável pela visão central e por distinguir as imagens com mais detalhes.

Por ser fundamental para a visão, qualquer doença que atinge a retina pode causar sérios problemas para o paciente, prejudicando sua qualidade de vida, locomoção, leitura e tarefas do dia-a-dia.

Os tratamentos para doenças da retina estão cada vez mais avançados, e as cirurgias mais seguras, com o uso de equipamentos e técnicas avançadas.

Segundo o Dr. Luis Augusto Arana médico especialista em retina, os avanços no tratamento das doenças como DMRI (Degeneração Macular Relacionada a Idade), retinopatia diabética, descolamento da retina e outras, tem possibilitado ótimos resultados, que não eram vistos até alguns anos atrás.